28.6 C
Santo Domingo
InicioLa última horaJoão Baptista Borges disse que, apesar das dificuldades existentes, tudo será feito...

João Baptista Borges disse que, apesar das dificuldades existentes, tudo será feito para continuar a entregar energia «limpa» à população

Todo o trabalho de engenharia foi executado num período de seis meses e põe fim a um longo período de carência, suprimida parcialmente por grupos e meios de geração alternativos, particularmente na iluminação das residências. Agora, quer a população, quer a classe empresarial local, maioritariamente dedicada à agro-pecuária, deixarão de despender parte considerável dos seus rendimentos na compra de combustíveis e nos avultados custos com a manutenção de geradores. De acordo com o Ministro João Baptista Borges, a entrada em funcionamento desta Substação da Quibala, localidade que viveu durante longos anos fazendo recurso a geradores,  com encargos significativos com um consumo de combustível de mais de 50 mil litros por mês, representará uma economia de 35 milhões de Kwanzas/mês para os órgãos da governação.

De referir que só foi possível instalar a Subestação Móvel de 220 kV na Quibala em tempo recorde nesta fase complexa e com as limitações impostas pelo Covid-19 e com custos reduzidos (cerca de 2,5 M USD), com a reutilização de equipamentos e materiais provenientes de outras instalações da PRODEL, RNT e ENDE, o que permitiu uma poupança superior a 5M USD.

De acordo com o pronunciamento do Ministro João Baptista Borges, outros projectos estão em preparação no Cuanza Sul, para que, até 2022, se atinja a meta de 85% de electrificação das localidades da província, designadamente:

▪ 2.ª fase da Electrificação do Município Sede da Quibala e bairros adjacentes;

▪ 2a fase da Alimentação das Zonas Agrícolas e bairros adjacentes;

▪ Conclusão da Electrificação Rural de Mussende;

▪ Construção da Subestação 220/60 kV (RNT) na Quibala;

▪ Construção da Subestação 60/30 kV (ENDE) na Quibala;

▪ Electrificação Rural do EBO;

▪ Electrificação.

Após a inauguração do Sistema da Quibala, a delegação acompanhada pelo Governador Job Capapinha seguiu para o município do Ebo e daí para o município do Libolo, na comuna de Calulo, local onde vistoriaram as obras de construção e implantação da nova Subestação de 60/30kV 40 MVA de potência instalada, que permitirá beneficiar pouco mais de 11 mil clientes daquela localidade.

Referindo-se ao que acabou de constatar, o Governador da província, Job Capapinha, expressou o seu receio e preocupação das autoridades locais no que toca à conservação dos meios e equipamentos instalados para que não sejam vandalizados. Já o titular da Energia e Águas, João Baptista Borges, referiu que,  não obstante as dificuldades que existem, tudo continuará a ser feito no sentido de se continuar a levar a energia «limpa» às populações e agentes económicos da província e do pais de forma geral, para promover o desenvolvimento e o bem-estar das populações.

ARTÍCULOS RELACIONADOS

DEJA UNA RESPUESTA

Por favor ingrese su comentario!
Por favor ingrese su nombre aquí

Lo mejor de la semana

Lea también