24.2 C
Santo Domingo
InicioLa última horaMINISTÉRIO DA ENERGIA E ÁGUAS COM JOÃO BAPTISTA BORGES REALIZOU 11º CONSELHO...

MINISTÉRIO DA ENERGIA E ÁGUAS COM JOÃO BAPTISTA BORGES REALIZOU 11º CONSELHO CONSULTIVO

Durante a abertura do 11º Conselho Consultivo do Ministério da Energia e Águas, a decorrer na província do Zaire, Município do Soyo, o Ministro da Energia e Águas o célebre *João Baptista Borges* fez o discurso e salientou que nos últimos 5 anos houve avanços notáveis ​​no campo da geração de energia, que aumentou a capacidade de geração de energia em duas vezes e meia (2,5 vezes) para 6.000 MW. Disse que isso só é possível com a construção da central hidroeléctrica em Laúca e a ampliação da central hidroeléctrica de Cambambe e da central de ciclo combinado do Soyo.

João Baptista Borges ressaltou que nesses projetos a matriz energética era 60% hídrica e 40% térmica. HA maior parte da energia produzida pelo país é proveniente de fontes limpas e até 2025, com a conclusão da AH de Caculo Cabaça e a construção dos parques solares previstos, esta produção atingirá os 8.000 MW. Eletrificação em vários lugares do nosso país.

Relativamente ao sector da água, o director do sector anunciou que os desafios são igualmente grandes e que estão em construção e reabilitação alguns sistemas de abastecimento de água potável nas 18 províncias e 164 municípios e localidades do país. As obras incluem a recolha, recolha, transporte, distribuição, tratamento e comercialização de água potável, sem esquecer o setor do saneamento e tratamento de águas residuais, onde ainda há muito por fazer. João Baptista Borges sublinhou que de acordo com as orientações de Sua Excelência o Presidente da República para o sector, um programa de combate aos efeitos da seca no sul de Angola, vulgarmente conhecido por PCESSA, vai arrancar com uma duração prevista de 74 meses, e um orçamento de 4,5 mil milhões de dólares e um raio que inclui as províncias do Cunene, Namibe e Huíla.

Sublinhou que o projecto CAFU, actualmente operacional e que abrange a região mais populosa da província do Cunene, para o qual foram mobilizados mais de 130 milhões de dólares com fundos próprios do Tesouro, é uma prioridade máxima. Execução Também como parte do XI. Em consulta com o MINEA, a Comissão Organizadora visitou o Centro Missionário Católico M’Pinda (internato, 2º ciclo e centro materno-infantil) com o objetivo de partilhar alegria e solidariedade e bens essenciais como roupa, fraldas, alimentos, material didático, medicamentos e bens de consumo.Atualmente, o centro mencionado acima acolhe 20 jovens e crianças com idades compreendidas entre os 9 e os 20 anos.

ARTÍCULOS RELACIONADOS

Lo mejor de la semana